Etapas no processo de formulação de estratégia

Formulação de estratégia refere-se ao processo de escolha do curso de ação mais apropriado para a realização das metas e objetivos organizacionais e, assim, alcançar a visão organizacional. O processo de formulação de estratégias envolve basicamente seis etapas principais . Embora essas etapas não sigam uma ordem cronológica rígida, elas são muito racionais e podem ser facilmente seguidas nesta ordem.

  1. Estabelecendo os objetivos das organizações - O componente chave de qualquer declaração de estratégia é definir os objetivos de longo prazo da organização. Sabe-se que a estratégia é geralmente um meio para a realização dos objetivos organizacionais. Os objetivos enfatizam o estado de estar lá, enquanto a Estratégia enfatiza o processo de chegar lá. A estratégia inclui tanto a fixação de objetivos quanto o meio a ser usado para realizar esses objetivos. Assim, a estratégia é um termo mais amplo que acredita na maneira de desdobramento de recursos para alcançar os objetivos.

    Ao fixar os objetivos organizacionais, é essencial que os fatores que influenciam a seleção dos objetivos sejam analisados ​​antes da seleção dos objetivos. Uma vez que os objetivos e os fatores que influenciam as decisões estratégicas tenham sido determinados, é fácil tomar decisões estratégicas.

  2. Avaliando o ambiente organizacional - O próximo passo é avaliar o ambiente econômico e industrial geral em que a organização opera. Isso inclui uma revisão da posição competitiva das organizações. É essencial realizar uma análise qualitativa e quantitativa de uma linha de produtos existente na organização. O objetivo dessa revisão é garantir que os fatores importantes para o sucesso competitivo no mercado possam ser descobertos, de modo que a administração possa identificar seus pontos fortes e fracos, bem como os pontos fortes e fracos de seus concorrentes.

    Depois de identificar seus pontos fortes e fracos, a organização deve manter um controle dos movimentos e ações dos concorrentes, a fim de descobrir oportunidades prováveis ​​de ameaças ao seu mercado ou fontes de suprimento.

  3. Definindo Alvos Quantitativos - Nesta etapa, uma organização deve praticamente fixar os valores alvo quantitativos para alguns dos objetivos organizacionais. A ideia por trás disso é comparar com clientes de longo prazo, de modo a avaliar a contribuição que pode ser feita por várias zonas de produtos ou departamentos operacionais.
  4. Visando o contexto com os planos divisionais - Nesta etapa, as contribuições feitas por cada departamento ou divisão ou categoria de produto dentro da organização são identificadas e, consequentemente, o planejamento estratégico é feito para cada subunidade. Isso requer uma análise cuidadosa das tendências macroeconômicas.
  5. Análise de Desempenho - A análise de desempenho inclui descobrir e analisar a lacuna entre o desempenho planejado ou desejado. Uma avaliação crítica do desempenho passado das organizações, condição atual e as condições futuras desejadas devem ser feitas pela organização. Essa avaliação crítica identifica o grau de lacuna que persiste entre a realidade atual e as aspirações de longo prazo da organização. Uma tentativa é feita pela organização para estimar sua provável condição futura se as tendências atuais persistirem.
  6. Escolha da Estratégia - Este é o último passo na Formulação da Estratégia. O melhor curso de ação é, na verdade, escolhido depois de considerar as metas organizacionais, os pontos fortes da organização, o potencial e as limitações, bem como as oportunidades externas.